terça-feira, 6 de julho de 2010

Minha mãe e suas gafes


Minha mãe é uma sumidade pra dar foras ou fazer comentários em lugares inapropriados.
Quando saímos com ela, ja ficamos espertos, caso ela comece a falar algo gafento, a gente sai de perto e finge que esta vendo uma vitrine ou uma gondola de mercado.
Mas as vezes ela tem seus rompantes em lugares que não conseguimos fugir.
Uma das vezes estávamos, eu e ela no elevador do prédio onde morávamos, entrou 2 senhoras panamenhas, uma delas moradora do prédio há 2 anos e a outra, com certeza alguma parenta que estava de visita. Agora pense, que idioma as 2 estavam conversando? em espanhol claro, afinal a parenta não morava no Brasil e nem tinha obrigação de saber nossa língua pátria. Elas entraram animadas com a conversa, quando minha mãe olha pra mim e diz: - Como elas são idiotas, elas acham que a gente não entende o que elas estão dizendo. Pra mim foi uma frase não esperada eu entrei em pânico, a nossa vizinha importada olhou pra minha mãe, tipo, será que eu entendi? E não dando por satisfeita minha mãe continuou a falar comigo sobre isso, dizendo que a gente era descendente de espanhóis e entendíamos... mas detalhe, minha mãe estava falando pra mim, ela nem pensou que a panamenha entendia o português tão bem quanto ela, o seu idioma. Como eu fingia que estava olhando pro sapato, minha mãe me cutucou pra ver se eu estava prestando atenção..... Quando as 2 senhoras desceram do elevador.... eu quase tive um troço e minha mãe tranquila com a consciência limpa achando que era uma observação só minha e dela, como se a gente falasse Javanês.
Uma outra historinha, foi mais fácil. Estavamos saindo do Shopping Center Norte, minha mãe, minha sobrinha e eu, quando nos deparamos com 3 pessoas anãs. Quando minha mãe viu, exclamou alto e claro... NOSSA COMO TEM GENTE ANÃ NESSE SHOPPING! e olhou para os lados pra ver se tinhamos ouvido ( como se aquela voz de Monserrat Cabalet fosse um sussurro) e claro, tinhamos sumido do lado dela e fingiamos estar olhando para uma vitrine da farmácia, interessadíssimos em remedios homeopáticos.
Mas tirando essas gafes, minha mãe é um doce de pessoa, se preocupa e ajuda pessoas totalmente desconhecidas para ela, só pelo simples fato de alguem comentar algo sobre.

Tem centenas de histórias que com o tempo eu vou lembrando e escrevendo.



Minha Monserrat, além de ter uma baita de uma voz forte... dança que é uma beleza

9 comentários:

DO disse...

Primeiro quero dizer que ADOREI sua visita ao RAMSES.Nem sabia que o senhorito tinha blog tambem. E há anos,rsss.

Qto a sua mama,já comecei o dia gargalhando por aqui,rss.Imaginando as cenas.Por que será que as mães adoram nos colocar nestas situações,rsss.

Abração a vc,DAVID!!

Tati disse...

Adorei David...só vc mesmo, ri muito...e que fofa é sua mami!!!
Mães são sempre assim..ahahahaha
beijokas

marcelo disse...

Fala DAvidoviski!

vou começar a frequentar suas crõnicas ehehe

abc

didizin

Tati disse...

Coloca mais causos da family...hahaha

Anônimo disse...

Ok, tudo bem , pode ser fofa, mas eu , como filha de uma das irmãs dela, tenho vontade de mataaaaarrrrr, foras que te deixam de cara no chão, se for fazer uma lista, meu Deus!!!! Agora quem passa por esses constrangimentos é minha filha , que é obrigada a ver a avó fazendo gracinha( Dançando com seus amigos, da minha filha , óbvio), ninguem merece!

david era uma vez... disse...

Sabe, dona anônimo cuja alcunha é conhecida como Patricia...

Veja bem o que sua mãe esta fazendo com os amigos dos netos.. fala pra mim, vc acha que a gente não vai fazer o mesmo?
Estamos caminhando para o Barranco..... não tem jeito!

Marina disse...

Aaaaaaa David...tinha que ter lembrado do QUARENTÃO COM QUEIJO...essa eh a mais engraçada de todas!!!!!
Bjaoooo

david era uma vez... disse...

Calma Marina, isso vai ser um proximo post... os erros acusticos de meus parentes

lilly disse...

olha, amei sua mamis
a minha não é mto diferente
e olha: ELAS ADQUIRIRAM O DIREITO de falar o que querem!!!
bjs e que ela alegre sua vida durante muito tempo...como a minha mae alegra a minha.
lilly
http://blogdareforma.wordpress.com
e
http://coisadelilly.wordpress.com