sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Sitio de pica-pau de lero-lero

1976/77
Meu pai inaugurou a casa do sitio na mesma época em que na  TV Globo estreava o Sitio do Pica Pau Amarelo, claro que nossas primeiras férias foram com o tema do sitio.
Estavam todos meus primos por lá e deu pra montar um elenco igual ao seriado. Eu era um artista multi-midia ou melhor dizendo polivalente, já que era Escritor, adaptador, roteirista, cenografista, figurinista, diretor e narrador (tudo isso com 12 anos de idade, pena que desperdicei esse talento todo).
Peguei roupas velhas de minha mãe, tipo uma blusa de Ban-lon (minha mãe tinha um sarcófago de roupas dos anos 60) passei um arame que tinha sobrado da obra da casa na barra e pronto amarramos no meio e já serviu como vestido de Emília. Um pijama velho do meu avô, mais umas palhas de milho feito um colar, mais um chapéu feito com papelão e o Visconde tava pronto... uma fronha (existe nome mais feio que 'fronha'?) branca cortada e amarrada com  um fio grosso de cobre descascado imitando ouro e um arco e flecha feito também desse mesmo 'ouro', a fantasia de Cupido também estava pronta. Pedrinho e Narizinho foram fáceis.
Feito todo as fantasias, criei a história, dei os personagens e mandamos ver. Quando fazíamos essas encenações. Era mais engraçado os ensaios do que propriamente o dia da exibição. Combinamos em fazer uma surpresa para o cupido que era meu primo Emerson, o Memé ( o irmão do meu primo azarado ou se preferir o filho do meu tio da rifa do elefante) era um garoto de 6 anos e como todo garoto dessa idade estava perdendo os dentes, mas o Memé estava perdendo todos os dentes de uma vez só. Então a surpresa da peça era a frase que o Pedrinho diria ao Cupido, que no ensaio, em nenhum momento fora dito.
A peça estava transcorrendo tudo nos seus conformes, afinal éramos excelentes atores e diretores, até que chegou a tal hora em que Narizinho vê o Cupido e diz:- Nossa como ele é lindo!!! O Pedrinho com seu vozeirão, rapidamente emenda: -Lindo? mas que dentes podres horríveis!!! não preciso nem dizer que o lindo e angelical Cúpido perde a compostura e começa a disparar todos os tipos de palavrões no meio da peça!! Um show a parte!!
A peça foi um sucesso, não sei para o publico, mas para nós foi fantástica, pois todos nós os envolvidos, lembramos isso até hoje.

Essa montagem ficou muito tosca, tive que fazer tudo no serviço,
pois em casa estou sem micro por uns dias!

10 comentários:

Tati disse...

Ai David, essa montagem eu rachei de rir..rsrsrsrs
Você acha mesmo que desperdiçou esse talento todo??? ahhahaahah eu acho que não!!!

Eu tb adorava esses teatrinhos quando pequena, mas ninguem gostava, então dançava para minha e meu pai. que saco ele tinham né?? ahhahahahahahaha

beijos

Tati

Diego Hatake disse...

Bom, sua habilidade de contar histórias me parece muito bem... Essa foi ótima, mas coitado do cupido... XD

Zú Leide disse...

vc é otimo p/ contar historias...muito bom mesmo!! um talento!

bj

Filhão disse...

Tadinho do cupido! Hahahaha
Como já falaram aqui, você é realmente muito bom em contar histórias! Parabéns! Ah sim, mudei um pouco o meu ultimo post. Tinha feito muito às pressas, se quiser, da uma lida lá depois. Abraços!!

Anônimo disse...

Ahahahah, amei!!! Mas acho que ele chorou, não foi não??? Escuta, eu e o Memé éramos tão novos assim? Nossa!!! Amei a foto, como faço pra colar aqui? Filho do homem da rifa do elefante, pior que parece até mentira, ahahah! Besitos, ah pior que fronha, só aquela linda expressão espanholita...c.....sacou?

Elaine Castro. disse...

Ei David,
Como está? Saudades de ler suas histórias...
Sabe o que mais gostei hoje a fotografia, ficou muito boa.
Beijos.

Bruno Dezinho disse...

A Globo tá perdendo... devioa te contratar. hehehe, beijoo.

Heloisa Pinhatelli da Silva disse...

Porque será que criança tem essa mania de fazer teatro? Será que é a vontade de ser famoso, chamado de talentoso e tal? Queria saber da plateia o que eles acharam do dentinho podre kkkkkkkkkkkkkkkk. Realmente, vc teve uma infância de dar inveja!

Wans disse...

Você fez tudo isso aos 12 anos? Gente, já era uma travesti. rs

bjão

Aline Camargo disse...

Nossa, que memória. Não vou dizer que é de elefante, se não vc vai achar que eu tô te xingando de gordinho. E já bem bem prá onde vc manda quem te chama de gordinho. E eu não quero ir prá lá não. Not today!!!

Ai, David... vc vai ser aquele vovô que senta os netos no colo e os faz viajar no tempo com suas histórias.