terça-feira, 10 de agosto de 2010

Dia do melhor Pai

Já vou falando que escrevo isso com lágrimas nos olhos.
Vi em vários blogs, nesse dia dos pais que passou, comentários de ausência de um pai... mas a ausência de um pai presente, a ausência de um pai que nunca fez nada mais do que ter contribuído com o banco genético do filho.
Eu já falo da ausência de um pai, de um pai maravilhoso, um pai que, enquanto vivo, sempre esteve presente, que sempre soube fazer o melhor para nós, seus filhos e netos.
Um pai que quando ficava bravo, no máximo cruzava os braços, ficava vermelho e sua tempestade não passava de uma garoa. Trabalhava pra dar o melhor para nós, não importando a idade que tínhamos, sempre se preocupava em nos agradar e dar agrados.
Quando virou avó tornou-se 10 vezes pior... pois para os netos nada era impossível, chegou ao ponto de querer comprar um fusca (de verdade) para meu filho que tinha 3 anos, por que ele era doido por 'fuquinha', tivemos muito trabalho pra tirar da cabeça dele essa ideia maluca!
Mas um dia tivemos uma noticia que foi uma das piores coisas que já nos aconteceu, meu pai foi diagnosticado com câncer no pulmão. Vivemos um turbilhão de emoções e durante 4 anos e meio vimos nosso pai se definhando até o desfecho de sua morte. Quatorze anos se passaram e todas as vezes que falo disso, me correm lágrimas. Como gostaria que ele estivesse vivo, como gostaria que ele estivesse com minha mãe, sei que se estivessem juntos, minha mãe estaria muito mais feliz e amparada. Mas não temos domínio sobre nossos destinos, temos que aprender a viver e seguir com a falta das pessoas que amamos. Sei que aprendi, aprendi muito. Não sei se meu pai estaria tão de acordo com minha vida atual, mas sei que ele jamais deixaria de me amar por vive-la!
Dia dos pais sempre será comemorado com alegria... Pois eu tive o melhor pai!
Eu tento ser um bom pai!
E você é um bom filho?

10 comentários:

Tati disse...

Ai david que lindo...
SEi exatamente o que você sente, pois meu pai tb não está mais presente fisicamente. Mas sei que tive o melhor pai tb.
Que fez de tudo para que fosse feliz, e sei que por ele sou o que sou hoje.
Lindo post.
Beijos
Tati

[Ψ]ÐU کτγℓє[Ψ] disse...

vovo joanes era foda!!!
faz falta até hoje...

Bruno Dezinho disse...

Ninguém se vai enquanto houver alguém que queria lembrá-los. Enquanto a lembrança do seu pai pulsar dentro de você, ele continuará vivo. Conheço sua dor, também perdi meu pai, mas ao contrário de você, perdi o meu de uma maneira muito rápida. Ainda não me acostumei com a perda... mas a dor, essa sim, essa de vez em quando vem forte... meu dever é fazê-lo viver, lembrando dele sempre, e viver com aquilo que ele me deu de melhor enquanto vivo: minha educação. O homem que sou hoje devo ao meu pai. E sei que você também. celebremos nossos pais.

Anônimo disse...

Nossa, lindo "tigrâo". Fiquei emocionada!
Feliz dia dos Pais, atrasado!
Bjos

Bruna Palomari disse...

Ah! Anônimos = a Bruna (Phopholety) rs

Winnie disse...

E toda vez que lembro dele, me seguro para não chorar.
E se você quer saber, acho que tanto eu quanto meus irmãos, temos orgulho de sermos os seus filhos.
Te amo papi (:

DO disse...

Impossivel não se emocionar.Por aqui é algo delicado e evito tocar no assunto.Acho que o pior de tudo é ter um pai presente e "ausente" simultaneamente...

abração!

fabers disse...

que lindo David!
emocionante!
se pans....dos melhores textos aqui.....quer dizer, todos são os melhores!
beijos

Paulo Rideaki disse...

Deividi, de uma coisa tenho certeza, pelo que falou no post teu pai foi um grande homem!
E com toda a certeza fez de voce uma pessoa de caráter, e quanto a sua mãe, podes ter a certeza de que se ele te fez um ser humano de tão grandeza E bondade, SUA MAE NUNCA SE SENTIRA DESAMPARADA.
POIS DEIXOU AO LADO DELA UM REPRESENTANTE A SUA ALTURA!
TENHA CERTEZA DISTO DEIVIDIIIII!!!

Anônimo disse...

Chorei....