terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Vivendo para os esportes

Sempre tive uma vida ligada aos esportes, sempre fui um esportista nato.Tudo que acabei de escrever é a mais pura mentira deslavada da minha vida.
Sempre fui o cara mais desligado para qualquer esporte,única exceção dada era a natação, sempre gostei muito de nadar mas competir, não!
Quando garoto, a molecada da rua jogava futebol o tempo todo, eu meio que obrigado pela minha mãe que não se conformava me ver destruir a casa, me mandava para a rua e eu ficava lá assistindo ou as raras vezes jogava, na defesa ou no gol, (posições que não se esforça muito). Mas eu acabava estragando o jogo ou então quase matando um garoto que correndo com a bola eu simplesmente passava a perna nele para que ele se esborrachasse no chão, assim largando a bola. O menino se destruía, mas que ele largava a bola, aaa isso ele largava mesmo.
Na escola, eu era amigo do professor de educação física e tínhamos um trato, de tempos em tempos eu trazia para ele um garrafão de cachaça de um alambique que era próximo do meu sítio e ele relaxava comigo nos esportes, ou seja eu ficava lá, só cronometrando jogo de futebol. Como eu já disse antes, aaaah! os pedagogos de antigamente....
Assistir jogos em estádios? piada!
Tenho 2 vezes, a primeira foi em 1977 quando fomos passear em Brasília, estava tão chato o negócio, naquela época, você visitava a Esplanada dos Ministérios, a Praça dos 3 Poderes, o Palácio da Alvorada e pronto acabou, não tinha mais nada pra se fazer. Meu tio Maneco teve a brilhante ideia de irmos a um estádio de futebol e la fomos assistir, sei lá o que, algo como 'pururuca vs torresmo' futebol clube' nunca tinha visto aqueles times na minha vida, nunca gostei de futebol, nunca tinha entrado num estádio... boring...  Você senta na arquibancada onde parece que tem formiguinhas jogando, você não sabe quanto esta o jogo, cade o Sílvio Luiz pra narrar? no Estádio não tem esse serviço!!!! odiei.. deitei na arquibancada e dormi até acabar o jogo, que pela falta de barulho foi 0x0 ...boring...
A segunda vez que fui a um estádio, eu já sabia do que se tratava, mas fui pela promessa de cachorro quente, coca-cola e chocolate (inferno de ser gordo). Era um campeonato de futebol de Transportadoras, meu Tio Diogo levou a gente (esse meu tio é o da Rifa do Elefante), imagina o David? nossa devo ter comido uns 15 cachorros quentes, lembro que o visual dos jogadores era de chorar, algo como caminhoneiros com shortinho e barriga d'agua. boring boring boring.
Tenho uma terceira vez esportiva, mas desta vez não foi futebol, fomos assistir corrida de motos em Interlagos. Uauuu!! Achei o máximo, ideia novamente do meu tio Maneco ( meu tio do Acampamento) que conseguiu ingressos de um campeonato concorridissimo de motos. Meu tio adorava e adora até hoje essas coisas. La fomos nós, um monte de sobrinhos com o tio assistir corrida de moto.
Alguém já assistiu corrida de algo parecido? pois então, se não tiver um Galvão Buenos pra narrar ou uma camera para dar uma panorâmica do que esta acontecendo, você não entende lhufas. Você fica sentado na arquibancada e a cada 3 segundos passa uma moto voando e fazendo um barulho infernal, você não sabe se ela esta em primeiro, terceiro, quinto, decimo oitavo, ou ultimo lugar, você não faz a menor ideia de quem esta ganhando, você só tem certeza que depois que você sair de la, nunca mais você irá escutar direito
Hoje eu assisto jogo de Rugby por razões que já expliquei anteriormente, até gosto... tá bom, sou tendencioso!


Chato muito chato

O primeiro esta em terceiro, o segundo esta em ultimo e o terceiro esta em primeiro,
Chama o Galvão!!!

22 comentários:

Tati disse...

AAIIII somos dois! eu sempre era a última a ser chamada para integrar os times na escola, sempre fui uma negação. cada dia eu tinha uma coisa, cólica então era 5 vezes ao mês! hahahahahahaa
E até hoje não sou muito chegada a esporte nenhum! Shame on me!

Beijos
Tati

Fernanda Iasi disse...

Ah "merrmão" que bom que você existe!!! Tou chocada com a hipocrisia do mundo "blogal". Bjo!

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

Ahahahaaaaaaa
VOCÊ É MUITO BOM MESMO FUTEBOL SEM GALVÃO BUENO DEVE DAR SONO MESMO AINDA MAIS AQUI EM BRASÍLIA!!!AHAHAAAAA

Heloisa Pinhatelli da Silva disse...

Porque nunca pensei em dar cachaça pro professor carrasco de educação física? Porque Deus???? Ia salvar minha pele e minha dignidade...

Fernanda Iasi disse...

Ah ia esquecendo, se quiser faço o tapete da casa nova no "Vasco" pra vocês! Bjo!

Inaie disse...

querido, o anonimo e com certeza o meu pai, a minha mae, ou os dois, se achandoe ngracadissimos, e escrevendo juntos... eu mereco???

Inaie disse...

ha dois anos fui ver uma corrida de F1 - qdo a bendita acabou, liguei pra um amigo e perguntei:

quem ganhou???

Natalia Miranda (sua prima) disse...

Nossa David,

sempre leio seu blog e morro de rir da nossa família.

Me identifiquei muito com as suas aulas de educação física (sem a cachaça, claro).

Achei meio depre aquele post "Quando menciono é porque eu penso em você'. Nada a ver reclamar do seu blog hein...

Mais depre ainda foi não ter sido convidada pra festa da família...hahahahaa.

Um beijo!

Inaie disse...

vc esta me sacaneando, ne? imagina se eu me meto a brindar com as xicaras, e acabo em cana?
nao senhor...seguramos as xicaras como se estivessem quentinhas e pau na maquina!

Anônimo disse...

Brasilia não mudou muito, continua boring.
O roteiro é o mesmo, com a diferença q vc corre o risco de pegar um engarrafamento pra quebrar a chatice.
P.s.: posso dizer pq moro nessa joça.

M. disse...

Fartei-me de rir,

Eu não gosto de perder nem aos berlindes...

Mas bem vista a coisa...O desporto é algo estúpido, de facto...Mas que admiração? É humano...logo...

Guy Franco disse...

Esporte: Videogame. Já tentou?

maN bOwerline disse...

Adorei a história como sempre,né?!Estava com saudades do seu blog,histórias e de você também!Lendo outros posts que perdi.Bom dia! ;* Muah

Kelly disse...

Rapaz não fala assim dos meus colegas de profissão pedagogos rsrsrs. A diferença entre os de antigamente e os de hoje, é que hoje ( alguns, os maus diga se de passagem), iriam exigir a cachaça semanalmente e não só de vez em quando rsrsrs
bj

♥ κєκєl ♥ disse...

Isso ai Kelly hehehe
Tem pedagogos e pedagooooogos hehehe

Para variar.....ri muito né?
Não tem como. Fui conhecer o esporte do Clark hehehe...é ruim eu ir ver este jogo, só por amor mesmo hehehe
Nunca fui num estádio. Acho sem graça ver um monte de gente gritando e 22 correndo atrás de uma bola...Podiam correr atrás de mim né, mas sem chutar kkkkk...sou uma bolinha mesmo hehehe AMO meu Figueirense, mas se depender de mim ir ao estádio, o coitado está falido hehehe
Beijuuuuuuuuuuus lindinho.

Edu disse...

Eu nadava bem... (FreeWillymode on). Agora sou melhor em concurso de fôlego pra beijar.

Bruno Dezinho disse...

Ah, essa relação com o esporte. A minha é de amor é ódio. Rsrsrs.

bRu.

Palavras Vagabundas disse...

Gostava de ler, imagina eu enrolando na aula de Ed. Fisica? Enrolei muito, como a Tati tinha colica umas 5 vezes por mês, rs
Só por amor alguém consegue entender as regras do rugbi, fui ler o outro post e não entendi nada...
bjs
Jussara

Palavras Vagabundas disse...

David, eu li seu post mas acho que ele me devorou, a única coisa que entendi e gostei é ir pro bar no final beber cerveja, rs
bjs
Jussara

Inaie disse...

querido, me inspirei no seu post para escrever o meu, mas tava com tanto sono que nao dei o devido credito ( o post foi programado). agora, depois de uma noite bem dormida, corrigi a cagada.

Vai la de novo!

Inaie disse...

a historia foi assim: eu li seu texto, me lembrei da hostoria e resolvi contar. a intencao sempre foi te dar o credito. mas eu tava com sono e esqueci. coisa mais feia do muuundo, ne?

beijos


cara, to querendo ir pra amazonia em julho - alguma dica?

o Humberto disse...

Hehehe, me identifiquei e não com muita coisa.

Eu era da turma que fugia da Educação Física tb. Fiz boas amizades escondendo daquela chatice de aula (melhor foi reencontrar uma dessas amigas na academia anos depois, os dois pagando a língua).

Tb era obrigado a ficar no gol, mas tinha pena do meu time (perdiam de 8 x 0).

Eu sempre nadei, e de uns dois anos pra cá resolvi me cuidar, então nado, corro e malho um pouco (ainda mais agora com um certo "senhor" Gaúcho malhando na mesma academia, hehehe).

Qto a ir assistir partidas e tal, tenho o trauma de nunca ter ido ao Mineirão pra jogo, mas hj tenho preguiça spo de pensar na muvuca. Mas já torci muito pelo time feminino de Voley, e algumas jogadoras, como a Fernanda Venturini, a Ana Moser e a Márcia Fu até já conheciam a voz da gente, rs.

Enfim, esporte é bom, mas tem que fazer esforço mesmo.

P.S.: Muito legal o motivo pra gostar do Rugby, hehehe. Sucesso pra vcs!